Atualizações no Detran MG – CRLV Digital, CNH Digital e Placa Mercosul: como obter?

O Departamento do Estado de Minas Gerais também passará a adotar o modelo de licenciamento digital e placa Mercosul que já começou com a implementação a partir de 2019, quando foi entregue as primeiras liminares. Conforme diretrizes do Detran MG quando o contribuinte fazer o pagamento das novas parcelas já terá o direito a versão atualizada dos documentos – CNH e CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento Veicular) só não a placa Mercosul, que ficará a critério da pessoa se irá pagar novo emplacamento ou não.

Para fazer a atualização do CRLV basta acessar a tabela de licenciamento 2020 MG e pagar as taxas que estarão disponíveis no site do Detran em dia. Com o documento atualizado será possível usá-lo também na versão digital, basta acessar o aplicativo disponível na Play Store para sistemas Android e na Apple Store para os smartphones com sistema iOS.

Uma ano antes o departamento de Minas Gerais já tinha adotado também o uso da CNH digital que agora já está com uso liberado em todo o país. Com ela o usuário pode apresentar por meio do app o documento de forma oficial, visto que o mesmo contém um QR Code que permite a autoridade checar as informações mesmo estando no smartphone do usuário. Ambos os apps do licenciamento e da CNH funcionam na versão offline.

Como usar a nova placa Mercosul?

Nem todos os proprietários de carros têm que ter suas placas licenciadas trocadas. A matrícula é obrigatória apenas para os veículos novos que ainda não foram matriculados e para os automóveis que estão a ser matriculados com novos dados. Aqueles que querem adquirir o novo modelo placa voluntariamente também serão autorizados a fazer a atualização. Veja aqui como fazer. 

A placa também pode ser rastreada através de um aplicativo a ser disponibilizado pelo Departamento de tráfego nacional. Além disso, outras características podem ser ativadas posteriormente, além do código QR, como o microchip de dados.

Sobre as atualizações do Detran

O Ministro das Cidades Alexandre Baldy do estado do Rio de Janeiro acredita que a nova tecnologia ajudará a combater fraudes, roubos e roubos. Espera-se também que as placas melhorem os títulos públicos e facilitem a vida das pessoas em trânsito.

“É uma nova etapa que deve melhorar a segurança e ajudar a acabar com a clonagem e a fraude. Mais tarde, nós [queremos] trabalhar para rastrear peças de carro roubadas para que possamos fornecer à população uma resposta”, disse ele.

Por sua vez, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, referiu-se à mudança como uma medida de segurança para a nova placa:

“Estou a ligar para isto desde 2014. É uma placa equipada com um microchip. É uma melhoria, é uma placa unificada dentro do país, tornando as coisas mais seguras”, disse ele.As novas chapas de matrícula do Mercosul não se parecem com as tradicionais. Em vez de serem cinzentos, com três letras e quatro números, estas placas são azuis e brancas, com três letras e três números. A placa contará com um único código com dados, incluindo o nome do fabricante e a data de fabrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *